Tuesday, September 26, 2006

Uma história de rivalidade e paixão


Inspirada pelos meus queridos alunos de 9 anos (3ª série) que estão escrevendo e criando textos criativos sobre o computador, recordei minha experiência digital.
Não foi nada romântica como algumas poesias dos alunos.
Há 12 anos mais ou menos logo que casei meu marido saiu de Campinas e foi em São Paulo comprar um tal de computador, coisa que eu só via na TV. Eu falei: - Pra que gastar dinheiro que isso. Computador é coisa pra intelectual..
Lá foi ele... chegou de madrugada com aquelas caixas que tiraria meu sossego.
Recém-casada , não me conformava que ele me trocasse por uma máquina fria cheia de luzinhas.
Morria de raiva e até ameaçei: _ Ou ela ou eu??
Não adiantou nada lá estava ele de madrugada, de dia e de noite na frente da CPU.
Um dia, fui tentar seduzí-lo e lavar pra cama e fiquei com ele... e não é que fui picada pelo bichinho da tecnologia.
Comecei arriscar fazendo alguns trabalhos da faculdade... vivia gritando pedindo socorro.
Então fiz um curso básico de info... quer saber??????????? Não aprendi nada!!
Até que um dia encontrei uma professora muito legal que sabia ensinar, esforcei muito fazendo todos os exercícios e hoje estou aqui continuando a vencer os desafios.
O computador é mesmo tudo isso que vocês (alunos) relataram em seus textos.
Hoje de rival passou a ser uma paixão. Acredito que ainda não sei nada. Estou apaixonada agora por programas malucos que nos possibilitam criar jogos, movimentos e páginas de internet, editar fotos e até clips.
É, mais não tão fácil assim.
Espero que vocês nunca desistam de descobrir o desconhecido, sempre tenham SEDE DE APRENDER.
Posso dizer que vale a pena!!!
Dizem que o mundo dá muitas voltas... hoje quem fica sozinho na cama??? Isso mesmo... é ele, o maridão... rs... rs....rs..